Minhas dicas da Sardenha

Dos três destinos italianos “al mare” da minha lista de desejos, tive a sorte de realizar dois. Visitei a Sardenha em 2011 e a Costa Amalfitana em 2012. Cinque Terre, o terceiro destino, ficará para uma próxima viagem.

Fui para a Sardenha em junho, com amigos brasileiros e italianos, e por lá ficamos 4 dias. Nesta época do ano, os turistas europeus ainda não estão dominando completamente a área, então pudemos aproveitar o verão (troppo caldo!) com muita tranquilidade.

Concentramos nossa atenção na porção norte da ilha, mais precisamente na Costa Smeralda, região belíssima em termos de natureza e arquitetura. É uma região onde os europeus “ricos, bonitos e famosos” costumam ficar, então se prepare para o custo destas férias…

Para chegar ao norte da ilha, é possível pegar um avião e desembarcar em Olbia, ou chegar via ferrie (nave, para os italianos) desde alguma cidade portuária do continente. Em nosso caso, pegamos a nave em Civittavechia (com carro e tudo!), cidade que fica a uma hora de carro a partir de Roma. O trajeto pelo Mar Tirreno até o porto de Olbia durou cerca de 5 horas e de lá fomos até nossa base, a linda região da Baja Sardinia.

A seguir algumas dicas que podem ser úteis a vocês:

• O idioma que se fala na ilha é o sardo, uma mistura entre espanhol e italiano.

• Ficamos no hotel Cormorano, com excelente custo-benefício e localizado a poucos metros de uma pequena praia de águas azul celeste. A infraestrutura próxima é excelente: ao lado de uma praça com diversas opções de restaurantes, cafés e lojas. Mas se a ideia for optar por um hotel luxo, duas opções: o Cala di Volpe em Porto Cervo e o Polto Quatu no lugarejo homônimo. Ambos merecem 6 estrelas com louvor. Para conhecer suas dependências como um “quase-hóspede”, sugiro um almoço ou jantar.

20130515-194332.jpg Vista do Hotel Cormorano

20130515-194512.jpg Hotel Polto Quatu

• Um programa imperdível é assistir ao tramonto (por do sol) no Phi Beach, beach club modernoso que fica na própria Baja Sardinia, ao som de Meraviglioso por Domenico Modugno.

20130515-194152.jpg Phi Beach

20130515-194425.jpg O tramonto é realmente meraviglioso

• Algumas cidadelas próximas que valem a visita para uma caminhada, com direito a um gelato de stracciatella e um autêntico ristreto italiano são Porto Cervo (chiquérrima) e Porto Rotondo (muito chique).

20130515-194823.jpg Porto Cervo e seus barcos

20130515-194740.jpg Café em Porto Rotondo

• Outro passeio muito interessante é ir até às Ilhas Madalena e Caprera. Na Caprera, onde se chega rapidamente de ferrie, fica a casa do Giuseppe Garibaldi, hoje um museu. Nos jardins da propriedade estão sepultados ele, Anita e os demais membros da família – Garibaldi, pra minha surpresa, era quase um Da Vinci no quesito invenções. De Caprera à Madalena se chega por uma ponte. Alugar um barco para conhecer esses arquipélagos é uma boa ideia!

• Outro dia pode ser reservado para um passeio até a selvagem Ilha da Corsega, que tem paisagens de tirar o fôlego! Para isso, dirija até Santa Tereza de Gallura, embarque em uma nave até Bonifácio e em carca de 40 minutos você estará na França! Algo que chamou atenção foi a grande quantidade de presuntos pata negra nas lojas de secos e molhados.

20130515-194920.jpg“E la nave va” indo para a Corsega

20130515-194555.jpg Corsega

• Com relação às questões eno-gastronômicas… A comida típica é a mediterrânea, com muita lagosta e até anêmonas! Os vinhos sardos, especialmente os brancos, harmonizam muito bem com todos esses frutos do mar. Para um lanche rápido, uma camicia ou uma piadina (pizzas individuais com massa muito leve). Outras iguarias sardas que convém conhecer são o licor digestivo de mirto (um pouco amargo) e o mel sardo.

• Por último, mas não menos importante: como se pode ver, na Sardenha é essencial ter um carro a seu dispor. Mas se o seu orçamento estiver bem generoso, por que não alugar um barco e fazer parte dessa viagem desbravando o Mar Tirreno?

Buon viaggio, amici!

Créditos das imagens: bemsortido

Anúncios

6 comentários sobre “Minhas dicas da Sardenha

  1. Fernanda disse:

    Parabéns pelo blog! Estou adorando!

    Estou planejando uma viagem para setembro com meu marido para o litoral da Itália, e estou muito em dúvida entre a Costa Amalfitana ou Costa Esmeralda.

    Somos recém papais e será nossa primeira viagem sem nossa filhinha.

    O que vc sugere?

    beijos e obrigada!

    Curtir

    • Oi, Fernanda! Fico contente pelo bemsortido estar ajudando e inspirando suas viagens :-)
      Tanto a Costa Esmeralda quanto a Amalfitana são road trips fantásticas para se fazer a dois, mas se fosse eu, daria prioridade à Amalfitana! Um abraço, Fabiola.

      Curtir

  2. Dirceu Lopes disse:

    Olá Fabiola. Irei para Sardenha em set/16, onde fico 04 dias. Meu voo chega por Cagliari e saio via ferrie por S.T. Gallura – Bonifacio, onde fico outros 04 dias na Córsega e daí meu voo sai por Bastia. O que você recomendaria fazer e onde ficar na Sardenha. Abs e parabéns pelo blog, Dirceu

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s