Dicas de viagem da Carol: mala para inverno na Europa

Dicas para preparação de uma mala para passar 10-14 dias no inverno europeu, segundo a minha irmã Carol!

Passagem comprada, alojamentos reservados, roteiro pronto! Acabou? Não, tem ela: a mala! Fazer mala não é arte, na minha opinião aprende-se com os erros. E a moda agora é cada vez mais “viajar leve”, “viajar light”. Cada vez mais livros, editoriais de revistas e blogs investem algumas de suas páginas para falar sobre como montar uma boa mala com pouco peso.

O primeiro ponto a ser considerado é qual o peso que você pretende levar. Muitas pessoas têm aderido ao viajar apenas com a mala de mão. Isso envolve alguns incômodos como, por exemplo, ter que lavar roupa na pia ou no chuveiro do hotel. Viajar com 20 quilos é diferente de viajar com 11 quilos. Talvez envolva também repensar o seu modelo de mala, comprando uma mais leve.

Eu considero que viajar leve é viajar com menos de 20 quilos, porque em geral é a regra que as cias aéreas da Europa têm como franquia em voos internos. Considere aí também a franquia bais barata (em geral em torno de 10 euros) para aquisição antecipada de bagagem de porão em algumas low costs mais boazinhas, como a EasyJet.

Em 2012, quando fui para Amsterdã, Londres, Estocolmo e Copenhague (no verão de lá), meu marido “ordenou” que eu conseguisse levar minha própria mala, caso acontecesse alguma coisa. Era verão, mas fez 12 graus em Amsterdã. Isso resultou em uma mala de 14 quilos (para mim) e uma mala de 17 quilos (para ele), com roupas misturadas. Aliás, isso também é uma dica para quem viaja a dois: roupas misturadas. Se uma mala não chega, dá pra se virar com a metade das roupas.

É tudo bem mais fácil quando é verão no destino, pois as roupas são pequenas e sempre cabe mais alguma peça. Certo? Talvez sim, talvez não. No inverno não suamos tanto e é possível aproveitar melhor as peças, usando a mesma calça ou a mesma blusa pelo menos duas vezes.

Então vamos às dicas para a montagem da mala. Na minha opinião, uma mala para 7 dias não vai ter muita diferença para uma de 14 dias, devem sair poucas coisas. Dois pontos principais devem ser levados em consideração:

a) montar/escolher uma paleta de cores. Abra o armário e veja que cores de roupas você mais tem e comece com elas. Na minha viagem de Nova York eu montei a mala com a seguinte paleta: preto, cinza, branco, lilás/roxo.

b) separou tudo o que quer levar? Agora tire a metade. Mesmo viajando leve, sempre tem algumas peças que voltam sem uso, por incrível que pareça.

Daqui a 18 dias eu embarco para Portugal e o desafio serão os 12 dias de frio, entre 2 e 15 graus (não é tão intenso). Para essa viagem eu escolhi a paleta da estampa da Burberry: preto, branco, bege/marrom e vermelho. O foco na paleta é para os itens principais: blusas de lã, partes de baixo e casacos. O resto é justamente para brincar e diferenciar um look do outro.

IMG_0432.JPG

Olhem o que vai na minha mala (não foi pesado ainda, mas pela experiência imagino que ficará dentro do limite de 20 quilos):

1) Underwear
2 jogos de underwear da Decatlhon: duas calças pretas e duas blusas, uma preta e uma branca. No site da Decatlhon é possível comprar cada kit por R$ 99,90. Eu já tinha um da viagem de NY e agora comprei mais um. Acho que a segunda calça é dispensável, se a pessoa não for muito friorenta. Talvez eu não leve.

2) Partes de baixo
(todas que admitam a colocação da underwear por baixo)
2 calças jeans skinny
2 leggings pretas (1 na mala, 1 no corpo)
1 saia de couro preta (dá para usar em dia menos frio e para sair à noite para jantar)

3) Casacos
1 preto da The North Face (o meu imita risca de giz, fica mais arrumadinho).
1 casado marrom com pelinho dentro ou 1 trench coat preto (vai depender da previsão do tempo)
1 jaqueta bege
Um deles vai no “corpo”. Geralmente o mais pesado, que seria o da The North Face.

4) Blusas
3 blusas de lã pretas (uma vai no corpo)
2 blusas de lã brancas (não vão ficar encardidas se você usar duas vezes. Pode acontecer um acidente, é claro, mas pense: você usa uma blusa de lã branca no inverno um dia e já põe pra lavar?)
1 blusa de lã bege ou marrom
1 blusa de lã vermelha ou marrom
1 blusa de lã mais arrumadinha, com brilho ou estampada

4 blusinhas de algodão de cores variadas (dentro ou fora da paleta. Vou levar 2 pretas e 2 brancas, da Uniqlo)

5) Sapatos
2 botas (uma vai no corpo e outra na mala – importante não ter solado de couro). Se o tempo estiver “ok”, levo as duas botas pretas. Se a previsão indicar que vai esfriar muito (vamos para o extremo norte de Portugal), troco uma preta por uma bota bege de neve da Timberland.
1 sapatilha
1 havaiana

6) Acessórios de frio
1 tapa orelha
3 gorros (cores variadas, para os dias de look-base preto total)
1 luva de couro com cashmere dentro
Cachecóis – quanto mais, melhor. Nos dias de preto total, são eles que fazem a diferença.

8) Lingerie
Calcinhas, sutiãs e meias. Aqui eu destaco uma meia calça preta de fleece e duas meias normais térmicas.
Pijama

9) Itens de higiene e acessórios
(* = vai na mala de mão. Tudo mini/micro/para viagem)
Escova de cabelo *
Pente
Shampoo e condicionador
Sabonete
Cotonetes
Desodorante *
Perfume *
Pasta de dentes *
Escova de dentes *
Hidratante (corpo/mãos e boca)*
Sabonete de rosto
Cortador de unha/tesoura
Lixa de unha
Lenços umedecidos *
Demaquilante
Maquiagem
Touca de cabelo
Álcool gel para mãos *
Faixa de cabelo
Prendedores de cabelo
Secador
Bijuterias (como é inverno, vou com um brinco na orelha e um mais arrumadinho na mala. Não vou levar colares nem anéis)
Band-aid *
Kit de remedinhos (paracetamol, engov, eno…) *

10) “Coisas” de viagem
(* = vai na mala de mão)
Travesseiros de encher/fom *
Cobertor *
Fones de ouvido cenourinha (tampão) *
Tapa-olho *
Etiquetas de identificação das malas *
Sacos plásticos/sacola de supermercado
Cadeados
Despertador
Doleira *
GPS *
Câmera fotográfica + carregador *
Tripé/monopé
Adaptador de tomada *
Carregador de celular *

Obrigada, Carol!

Anúncios

4 comentários sobre “Dicas de viagem da Carol: mala para inverno na Europa

  1. Carol disse:

    Complementando, após o encerramento da viagem.
    Não usei as 4 blusas de algodão, só as underwear. Pegamos frio de -2 a 15 graus, sendo que pela manhã, nos dias mas quentes, a temperatura era de 5 graus (o que não permitia sair apenas com blusa de algodão por baixo da de lã).
    O casaco de pelinho usei apenas duas vezes. Não levaria de novo. Comprei lá uma down jacket verde musgo que usei duas vezes, talvez seja uma boa troca pelinhos x down na próxima viagem. Ela deve pesar uns 150 gramas, rs.
    Levei duas blusas de lã arrumadinhas e usei cada uma uma vez. Desnecessário. Shame on me. Não precisava ter levado.
    Um colete de pelinhos também foi passear em Portugal, rs. Aquela coisa do “a mala está vazia, cabe”. Levei e não usei.
    O peso das DUAS malas JUNTAS foi 38 quilos (20+18). Na volta, com as 16 garrafas de vinho que trouxemos, somamos 68 quilos em três malas.
    Mas, no geral, considero que fiz um bom trabalho. Quer ver quando eu vejo aquela rapaziada no aeroporto voltando com umas cinco malas empilhadas em um carrinho!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s