Minhas dicas de Paris

Acabo de perceber que tinha essas dicas de Paris compiladas e não tinha colocado aqui no Bem Sortido!

Capítulo museus… O must-go é o Louvre, que eu recomendo fazer o tour mais enxuto (tem um que é bem direcionado para conhecer a Monalisa). Outro museu que achei interessante, até porque é a céu aberto e pequeno, é o Museu do Rodin! Fica ao lado do imperdível Les Invalides, que é uma mega palácio que acomoda o Musée de l’armée, uma ode aos grandes generais franceses. É lá que estão os restos do Napoleão. Outro museu maravilhoso é o d’Orsay. Para os modernosos, o museu de arte moderna e contemporânea do Centro Georges Pompidou.

Capítulo arquitetura e monumentos… Sugiro visitar de dia e também à noite esses lugares (Paris requer dois tours, um de dia e outro igualzinho à noite – não esqueça que estamos falando da cidade luz!): os museus (Louvre, Les Invalides, D’Orsay), Torre Eiffel (vista do Trocadero), Jardim de Luxemburgo, Pantheon, Champs Elisees, Arco do triunfo, Petit e Grand Palais, Opera, Notre dame, Sorbonne (a pracinha da Sorbonne, linda!). Para os modernosos, La Defense – que é a parte nova de Paris, onde ficam os grandes edifícios e uma réplica contemporânea do arco do triunfo, o le grand arché (lá há diversas lojas, bom local para compras).

Capítulo passeios… Se perder pelo Quartier Latin, desde o Jardin de Luxemburgo, passando pelas imediações da Sorbonne até chegar à Notre Dame. Becos e ruelas nas imediações entre o Boulevard Saint Germain e o Boulevard Saint Michel. Ir ao Cafe de Flore (que Sartre frequentava!), no Boulevard Saint Germain.

Um tour que vale muito a pena é o passeio de barco pelo Rio Sena!

Se tiver um dia sobrando, tem a opção da visita ao Palácio de Versalhes – digo sobrando porque é um programa meio perrengue e acho que o mais bonito do Palácio são os Jardins.

Imperdível é ir até Montmartre, visitar a Sacre Coeur e se perder nas ruelas, veja aqui o roteirinho do ótimo blog Conexão Paris.

Passeio pela região do novo point dos parisienses, o Canal Saint Martin.

Capítulo hospedagem… Indico o Hotel de La Sorbonne, mega bem localizado. Mas caso queira optar por aptos, 3 opções: Studio Bastille, Canal Apartment e Studio no Marais.

Capítulo restaurantes… Melhores dicas são as do blog Paris RD/RG. E as ótimas dicas da Betina Siegmann.

Se for comprar um guia, acho que o “E foram todos para Paris – um guia de viagem nas pegadas de Hemingway, Fitzgerald & cia”, do jornalista Sergio Augusto, é o mais legal!

Antes de ir, é obrigatório ver (ou rever) o filme Meia Noite em Paris do Woody Allen. Para se inspirar e ficar morrendo de vontade de viajar – se já não tiver!

Bisous :)

Anúncios

Um comentário sobre “Minhas dicas de Paris

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s